Natação impulsiona Brasil no quadro de medalhas e Thiago Pereira fica próximo de igualar cubano



A quarta de competições do Pan foi importante para o Brasil dar um salto no quadro de medalhas e a natação deu sua contribuição. Só no dia de hoje foram três ouros e seis medalhas para o esporte. Nos 200 m peito ouro para Thiago Simon e bronze para Thiago Pereira que agora há pouco ajudou o Brasil a conquistar o ouro no revezamento 4 x 200 livres. Falta uma medalha para se igualar ao cubano Eric Lopez que é o recordista de medalhas em todos os tempos. O terceiro ouro da natação veio nos 200 m livre com João de Luca.

O país ainda teve ouro no levantamento de peso masculino com o bicampeonato de Fernando Reis na categoria até 105 kg e direito à recorde pan americano com 427 quilos. O badminton conquistou duas medalhas de prata históricas na modalidade. No masculino Hugo Arthuso e Daniel Paiola e no feminino com as irmãs Luana e Lohaynny Vicente. Outra prata do dia foi no levantamento de peso masculino com Matheus Gregório na categoria até 94 kg. A equipe masculina de polo aquático perdeu a final para os Estados Unidos e ficou com a prata.


No remo feminino skiff leve Fabiana Beltrame ficou com a prata e no tiro esportivo Emerson Duarte perdeu por um ponto o ouro e ficou com a prata na prova de pistols de tiro rápido 25 m. As medalhas de bronze do dia foram com Caio Souza na ginástica artística na prova do salto sobre o cavalo, na natação tivemos Leonardo de Deus levando o bronze nos 200 m costas e Manuela Lyrio também ficou com o bronze nos 200 m livres. O Brasil já é o terceiro colocado no quadro de medalhas com 55 medalhas conquistadas: 16 de ouro, 14 de prata e 25 de bronze.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário