Seis ouros num dia de muitas medalhas para o Brasil no Pan


A terça feira foi generosa para o Brasil no quinto dia de competições do Pan. Foram ao todo 17 medalhas conquistadas, seis delas de ouro. A primeira delas veio na canoagem com Isaquias Queiroz que se firma como um dos atletas promissores para as Olimpíadas do Rio ano que vem ao vencer o K1 200 m, seu segundo ouro no Pan e a terceira medalha em dois dias. A canoagem ainda teve prata com Edson Isaías no K1 e no K2 o bronze ao lado de Hans Mallmann nos 200 m e bronze para Valdenice Conceição no C1 200 m.


O segundo ouro do dia veio na ginástica artística com Arthur Zanetti, que já era campeão olímpico, campeão mundial e agora campeão pan americano nas argolas com a nota 15.725. A natação começou suas provas e o Brasil conquistou duas medalhas de ouro: uma no revezamento 4 x 100 e nos 200 m borboleta com o bicampeonato de Leonardo de Deus e no judô o país conquistou mais dois ouros com Luciano Corrêa nos meio pesados e David Moura que conquistou o título com o ippon mais rápido do Pan que foi de apenas 6 segundos.


As outras medalhas do dia foram com Mayra Aguiar, medalha de prata no judô até 78 kg, e as medalhas de bronze que foram no badminton duplas mistas com Lohaynny Vicente e Alex Tjong, no judô com Maria Suelen Altheman no pesado acima de 78 kg e no levantamento de peso categoria 75 kg com Jaqueline Ferreira.

Também tivemos bronze na natação com Marcelo Chierighini nos 100 m livres, Joanna Maranhão nos 200 m borboleta e com a equipe feminina de revezamento 4 x 100 e no polo aquático feminino. O Brasil ocupa o quinto lugar no quadro de medalhas somando 41 medalhas conquistadas. O Canadá segue liderando a competição.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário