Itália se "vinga" da final de 2012 e mais um vez temos Festa dos Vikings


Itália x Espanha fizeram o grande confronto destas oitavas. Na final de 2012, a Fúria goleou a Azurra por 4x0, contudo o tempo passou e nesta segunda foi a vez da Itália sair triunfante, com gols de Chielini e Pellè os italianos garantiram a vaga para as quartas contra a Alemanha. Já a Inglaterra acabou perdendo de virada para a Islândia por 2x1 e desperdiça a possibilidade de vencer sua primeira Euro.

Falando sobre o grande clássico, o primeiro tempo foi com domínio espanhol, porém chances mais perigosas italianas, dentre elas o gol de Chielini que abriu o placar. Depois, foi o que vimos da Espanha na Copa do Mundo, muito pressão e toque de bola sem render. No final da partida Pellè sacramentou a vitória Italiana. Para o jogão contra a Alemanha veremos um duelo de duas fortes defesas, de um lado a germânica que está a cinco jogos sem tomar gol, e do outro a azurra que dispensa comentários. Se neste jogo das oitavas tivemos uma revanche da final de 2012, o confronto entre italianos e alemães será um reedição da semi-final do mesmo ano, onde a Itália venceu de maneira não esperada.

Vitória na Guerra do Bacalhau, vitória no jogo


A última partida das oitavas foi justamente a única com zebra. O início do jogo foi movimentadíssimo, com os três gols saindo antes dos trinta minutos. Depois, os ingleses se lançaram para o ataque, porém sem surtir efeito, sendo que ainda se expunham de tal maneira que permitiam aos islandeses criarem diversas chances de liquidarem o confronto, porém não aproveitadas. E foi assim durante todo o segundo tempo, e nos acréscimos o time da terra da rainha ainda teve duas grandes chances, porém não aproveitadas.

Agora, enquanto os ingleses saem "também" da Eurocopa, os vikings comemoram muito. Entretanto, o próximo adversário será pedreira, e ainda maior. Com boa parte de sua população na França, a seleção nórdica enfrentará justamente os donos da casa. A promessa é de ser um jogo quase totalmente ofensivo francês, porém depois desta partida vimos que não só a defesa islandesa é forte, mas também o seu poder de reação. Será a Islândia o Leicester da Europa?

*A Guerra do Bacalhau foi uma disputa sem mortos por terras marítimas entre o Reino Unido e a Islândia.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário