Esportes da Olimpíada - Remo


A série sobre os esportes do programa olímpico chega hoje ao remo.

O remo está presente no calendário olímpico desde 1900 e é disputado com barcos estreitos onde os atletas se sentam em bancos móveis e de costas usando braços, troncos e pernas para mover o barco o mais depressa possível. Os barcos podem ter um, dois, quatro ou oito remadores, sendo neste último com a presença de um timoneiro. Cada prova tem distância de 2 km e até seis barcos participam da prova. Vence quem chegar primeiro a linha de chegada.

Os barcos são feitos de estruturas leves, como a fibra de carbono e são construídos para cortar a água e deslizar com leveza.

Tipos de barcos:
  • Palamenta dupla: Single Skiff (para um remador), Double Skiff (2 remadores) e Four Skiff (4 remadores);
  • Palamenta simples: Dois sem, quatro sem e oito com, esta com a presença de um timoneiro que é uma espécie de técnico e orienta os remadores além de ditar o ritmo das remadas e motivar os remadores.
O local de competições:


O estádio da Lagoa Rodrigo de Freitas será sede das provas e ganhou uma nova torre de chegada e um sistema de raias compatível com o padrão olímpico.

O Brasil nos jogos:


O país não tem tanta tradição no esporte, mesmo assim tem uma campeã mundial, Fabiana Beltrame que anunciou aposentadoria da seleção depois de ficar de fora na seletiva. Com isso nossos representantes serão Xavier Maggi e William Giaretton no skiff duplo leve, Fernanda Nunes e Vanessa Cozzi também no skiff duplo.

As potências:


Tanto no masculino como no feminino a Grã Bretanha é a grande potência no esporte. O maior medalhista na modalidade é Steven Redgrave, ganhador de cinco medalhas de ouro na história

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário