Esportes da Olimpíada - Tênis de Mesa

 

A série sobre os esportes olímpicos do programa dos jogos do Rio entra em sua reta final e o destaque é para o tênis de mesa.

O Tênis de mesa ou o popular ping pong é um dos esportes mais praticados do mundo. O esporte requer que o atleta lance a bola com o auxílio de uma raquete na área da mesa do adversário passando por cima da rede para somar pontos.

As partidas são disputadas em games de 11 pontos - caso haja empate de 10 a 10 vence aquele que abrir dois pontos de vantagem. As disputas são em melhor de sete sets nos jogos de simples e cinco sets nos jogos por equipes sendo quatro sets de simples e um de duplas.

O atleta marca pontos quando o adversário lança a bola pra fora da mesa ou a bola não passar da rede, não alcançar a bola após a mesma ter batido em seu lado da mesa e colocar a mão livre na mesa. O saque é alternado a cada dois pontos e a cada ponto quando o placar for de 10 a 10 e nas duplas os jogadores se revezam entre si não só no serviço, mas a cada rebatida na bola.

Os equipamentos:


A bola tem peso de 2,7 g e diâmetro de 40 mm é feita de plástico e pode ser branca ou laranja, já a raquete é feita sobretudo de madeira e conta com uma cobertura de borracha que faz com que os golpes tenham efeitos e precisam ser de cores diferentes: vermelho vivo e preto.

O local de competições:


No Riocentro o Pavilhão 3 será a sede dos jogos e suas instalações contam com quatro mesas oficiais de competição.

O Brasil nos jogos:


O país terá seis representantes na disputa. Hugo Calderano, 46º melhor mesatenista do mundo tem boas condições para conquistar medalha. Ouro no Pan de Toronto ano passado ele fará sua estreia em Olimpíadas em casa. A equipe brasileira ainda terá Gustavo Tsuboi que jogará em simples e equipe e Cazuo Matsumoto nos jogos por equipe e entre as mulheres nossas representantes serão Gui Lin, Bruna Takahashi e Caroline Kuhamara.

A potência:


Os países asiáticos são grandes potências, em especial a China que ganhou 24 das 28 medalhas de ouro olímpicas desde 1988. Apenas o sueco Jan Owe Valdner em Barcelona 1992 interrompeu a hegemonia chinesa.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário