Agenda do décimo dia dos Jogos Olímpicos


A segunda olímpica reserva expectativa com Arthur Zanetti que vai em busca do bicampeonato olímpico das argolas, Robert Scheidt tentando o bronze na Laser, o Brasil jogando a vida no vôlei e no basquete masculino e a estreia da esperança Isaquias Queiroz.
  • Às 9 da manhã acontece a maratona aquática feminina e o Brasil tem grandes esperanças com Ana Marcela Cunha e Poliana Okimoto.
  • Também às 9 Isaquias Queiroz, esperança de medalha inédita estreia na canoagem de velocidade no C1 1000 m.
  • Ainda às 9 o atletismo com as seguintes provas: finais dos 3000 m com obstáculos (masculino e feminino), lançamento de martelo feminio e as eliminatórias dos 200 m rasos feminino e 400 m com barreiras masculino.
  • À 1 da tarde tem Robert Scheidt tentando sua sexta medalha olímpica na regata das medalhas na classe Laser.
  • Às 2 da tarde todo mundo de olho em Arthur Zanetti que vai em busca do bicampeonato nas argolas. Ainda tem Flávia Saraiva disputando medalha na final da trave de equilíbrio.
  • Às 2 e 15 tem um jogo decisivo pro basquete masculino. É vencer a Nigéria e depois torcer para que a Argentina vença a Espanha.
  • Às 3 e 10 César Castro inicia participação nas eliminatórias do trampolim de 3 m nos saltos ornamentais.
  • Às 4 da tarde Alison e Bruno Schmidt tenta um lugar na semifinal do vôlei de praia masculino.
  • Às 4 e 40 o handebol masculino do Brasil encara a Suécia para ratificar a classificação para as quartas de final.
  • Às 8 e 15 Tiago Braz disputa a final do salto com vara. Ainda teremos as finais dos 800 m masculino e 400 m rasos feminino.
  • Às 10 e 35 o vôlei masculino do Brasil enfrenta a França num jogo decisivo e quem perder fica de fora da briga por medalha.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário