Basquete perde de forma dramática e mais uma derrota no Vôlei masculino


Um sábado cheio de emoções com derrota dramática e complicada no basquete, no Vôlei de quadra

Brasil perde e se complica:

Foi um jogão, como há muito não se via. Emoção até o fim com as duas equipes jogando um basquete de altíssimo nível e duas prorrogações, mas quem levou a melhor foi a Argentina. O público que foi à Arena Carioca 1 jamais vai se esquecer de um jogo em que emoção, raça e vibração não faltaram durante toda a partida. O Brasil mais uma vez tinha o jogo nas mãos e não soube definir, por outro lado a melhor geração da história do basquete argentino soube dominar os nervos. Destaque para Andrés Nocioni e Facundo Campazzo, autores de 70 pontos no jogo e que desequilibraram em favor dos argentinos. No primeiro quarto de jogo a Argentina abriu dez pontos graças aos arremessos de três pontos de Nocioni, o Brasil reequilibrou as coisas no segundo quarto e voava em quadra no terceiro período, mas aí pesou a experiência e ao mesmo tempo Campazzo começava a acertar a mão nos arremessos de 3 pontos.


O último período foi eletrizante e o Brasil tinha tudo pra vencer o jogo só que faltando 3.8 segundos para o fim do jogo Nocioni acertou uma bola de três pontos e o jogo foi pra prorrogação. Na primeira o Brasil desperdiçou a chance com Marquinhos e Campazzo acertava de três e o jogo foi pra segunda prorrogação e aí a seleção cometeu erros decisivos e no fim a Argentina ainda desperdiçou dois lances livres quando o jogo estava 109 x 107, só que Ginóbili pegou o rebote e sofreu falta para converter os dois lances livres e decidir a partida que ficou em 111 x 107. O Brasil não depende mais de suas forças, precisa vencer a Nigéria e torcer para que a Argentina vença a Espanha que por sua vez atropelou a Lituânia e só depende dela mesma para seguir em frente.


Já o basquete feminino terminou de forma pífia sua participação na Olimpíada com mais uma derrota. A equipe chegou a abrir 18 pontos de vantagem e não soube dominar os nervos, a Turquia mostrou equilíbrio emocional e virou o jogo para vencer por 79 x 76. A partida de hoje representou também o adeus de Iziane e Adrianinha que não deverão mais jogar pela seleção. O basquete feminino brasileiro precisa urgentemente de uma reestruturação por completo da mesma forma o masculino caso o time não siga nos Jogos Olímpicos.

Vôlei do Brasil perde de novo e se complica:


A seleção masculina de vôlei voltou a perder no torneio olímpico. A derrota para a Itália por 3 sets a 1 deixou a seleção de Bernardinho com a corda no pescoço. A seleção enfrenta nesta segunda a França e uma derrota poderia eliminar o time na primeira fase, fato que não ocorre desde 1968 no México. Para que isto não aconteça é necessário a Itália vencer o surpreendente Canadá pois os canadenses, americanos, brasileiros e franceses estão empatados com seis pontos e o saldo de sets determina o desempate.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário