Brasil tem seu melhor dia nas Paralimpíadas e conquista 11 medalhas

22:37 0 Comments A+ a-


A segunda feira teve um show de ouros e medalhas para o Brasil no quinto dia de competições nas Paralimpíadas.

Nosso primeiro ouro veio no lançamento de disco com Alessandro Rodrigo Silva na classe F 11 para cegueira total com recorde paralímpico (43,06 m). O segundo ouro do dia foi na bocha duplas mistas classe BC com Antonio Leme e Evelyn Vieira com a reserva Evani Soares que venceram a dupla da Coreia do Sul por 5 x 2.


O terceiro ouro do dia veio dele: Daniel Dias que sobrou nos 50 m livre classe S5. Esta é a 20ª medalha da carreira paralímpica do maior nadador brasileiro na história dos Jogos Paralímpicos. Clodoaldo Silva, outra lenda da natação paralímpica ficou em sétimo lugar O Brasil ainda conquistou prata na natação com Joana Silva nos 50 m livre também classe S5, no atletismo com Rodrigo Parreira no salto em distância T36, Fábio Bordignon nos 200 m T 35 e com o revezamento 4 x 100 classes T42 à 47 e a primeira e única medalha de Alan Fonteles que integrou o time junto de Petrúcio Ferreira, Yohansson Nascimento e Renato Cruz e na bocha paralímpica Dirceu Pinto e os irmãos Eliseu e Marcelo dos Santos ficaram com a prata na dupla mista classe BC4.


O tênis de mesa fez história com a medalha de prata conquistada por Israel Stroh na classe 7 ao perder para o britânico William Bayley por 3 sets a 1. Nossos bronzes vieram da natação com André Brasil nos 100 m borboleta classe S10 e Thalisson Glock nos 200 m medley classe SM6. No basquete feminino em cadeira de rodas nossa seleção perdeu para o Canadá por 82 x 49 e vai enfrentar nas quartas a equipe americana e no futebol de 7 o Brasil foi derrotado pela Ucrânia por 2 x 1 e enfrenta nas semifinais a equipe do Irã na quarta feira.


A China segue líder do quadro de medalhas com 50 ouros e 118 no total. O Brasil é o quinto colocado com 9 de ouro, 17 de prata e 9 de bronze somando 35.