Mais uma tragédia no futebol


Como senão bastasse o acidente aéreo que ceifou a vida de 19 jogadores, 14 integrantes da comissão técnica, 9 dirigentes, 20 jornalistas, 7 tripulantes e 2 convidados na tragédia envolvendo a Chapecoense, o mundo de futebol está de luto novamente (ou deveria estar). Cerca de 30 pessoas morreram neste último Domingo ao tentar atravessar o Lago Albert, em Uganda, para disputar uma partida de futebol que ocorreria no mesmo dia.


Haviam 45 pessoas na embarcação, dentre jogadores e torcedores da equipe. Segundo testemunhas que falaram com os policiais o barco estava sobrecarregado e virou num momento quando a maioria foi para o mesmo lado da embarcação. John Rutagira, comandante da polícia do distrito de Buliisa, relatou após conversas com alguns dos navegantes, que o timoneiro do barco e a maior parte dos outro tripulantes estavam bêbados antes do início da viagem. Ou seja, assim como na tragédia do dia 29 de Novembro, novamente vemos um erro humano resultando em mortes.


A equipe dizimada é da aldeia de Kaweibanda. Os tripulantes estavam indo para o distrito de Hoima, onde enfrentariam uma equipe da região. A Chapecoense prestou solidariedade à equipe africana. No twitter, o time brasileiro escreveu "O futebol está em luto mais uma vez. Estamos torcendo para que encontrem mais sobreviventes deste terrível naufrágio.#ForçaUganda".


Obs: Não postamos nada sobre o acidente envolvendo a Chapecoense pois o blog ainda estava "parado". De qualquer forma, deixo este imagem para relembrar um pouco de todos aqueles que tiveram suas vidas interrompidas neste triste acidente que completou um mês.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário