Red Bull Esportes - Dos esportes radicais aos automotores


Red Bull é uma bebida energética vendida pela companhia austríaca Red Bull GmbH. O Red Bull foi introduzido no mercado em 1987 e desde então, vende mais de 5 bilhões de latas anualmente em mais de 140 países. Isso tornou o dono da empresa, Dietrich Mateschitz, um bilionário (Wikipedia). A marca é conhecida pelo slogan "Te dá asas", mas como o blog é de esportes, sobretudo futebol, vamos direcionar nossas atenções sobre a influência desta empresa nos esportes.
Como muitos já perceberam, a Red Bull está presente em diversas categorias, com destaque para os radicais, os automotores e o futebol. E neste primeiro post, falaremos um pouco sobre a atuação da empresa nas atividades radicais e de corrida, deixando o futebol para futuras postagens, com um poucos mais de detalhes. Lembrando de antemão, a empresa austríaca é dona de cinco clubes em torno do planeta, inclusive um sediado aqui no Brasil.


Iniciando nos esportes, a empresa é forte investidora no Downhill, onde patrocina eventos como Red Bull Elevation, Red Bull Rampage e Red Bull Empire of Dirt. Também é válido destacar a presença da marca no Red Bull Desafio do Morro, que tem como pista as escadarias do Morro Santa Marta, evento similar ao Lisboa Dowtown. Além das bicicletas, a empresa tem presença forte no Surf, patrocinando o ASP World Tour (Circuito Mundial) onde tivemos os brasileiros Gabriel Medina e Adriano Souza (Mineirinho) campeões em 2014 e 2015 respectivamente.


Outro ponto forte de presença da Red Bull são os esportes radicais, como nas competições de skate. Podemos destacar o Red Bull Hart Lines, Red Bull Skate Arcade (que teve a final de 2016 em Porto Alegre) e o X-Games, um dos maiores eventos que reúne os esportes de alta adrenalina. Saindo das pistas, indo para os céus, devemos evidenciar o Red Bull Air Race World Series, que reúne os pilotos mais hábeis do mundo em um série de corridas aéreas internacionais.



Continuando nos esportes a motor, mas voltando para a terra, vamos falar da área em que a Red Bull é mais conhecida, principalmente pelas vitórias e títulos. Na Fórmula 1, a empresa possui duas equipes, a STR (Scuderia Toro Rosso), que estreou em 2006, e a RBR (Red Bull Racing) que iniciou na competição um ano antes. Esta última chegou a dominar a F1 de 2010 até 2013, com os quatro títulos no Mundial de Construtores e os quatro de Pilotos, com Sebastian Vettel.


Mas não é só apenas na Fórmula 1 que a RB tem sucesso. Na Stock Car, a Red Bull Rancing Brasil, que entrou em 2007 na modalidade, conquistou dois título por equipes e três de pilotos (todos com Cacá Bueno), tendo saído da competição em 2016 a fim de se concentrar na F1, mas continuando ainda como patrocinadora. A marca também tem presença nas motos do Rally Dakar. E como curiosidade para fecharmos esta primeira parte, há também a Red Bull Soapbox, uma competição com carros similares ao "carrinho de rolimã" no Brasil.

Bom, assim terminamos nossa primeiro postagem desta Trilogia. O segundo artigo trará os principais clubes sob propriedade da Red Bull e um resumo de suas histórias em suas respectivas competições. Até lá pessoal!

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário