The Best FIFA Football Awards 2016: Vencedores nos treinadores e Prêmio Puskas


Nesta segunda-feria tivemos o The Best FIFA Football Awards 2016, a primeira edição após a dissociação com a revista France Football, que organiza a premiação da Bola de Ouro. Vamos dividir o post em duas partes, a primeira falando sobre a maioria das categorias e também o Prêmio Puskas. Já a segunda deixaremos para comentar sobre os destaques da festa de gala.


Melhores treinadores

O melhor treinador masculino foi nada mais nada menos que Claudio Ranieri, técnico do Leicester, que faturou de maneira incrível a Premier League 2015/16, derrubando todos os gigantes e milionários. O italiano venceu Zinedine Zidane, do Real Madrid, campeão da Liga dos Campeões, e Fernando Santos de Portugal, campeão da Euro. No feminino, Silvia Neid campeã Olímpica com a Alemanha, superou as concorrentes Jill Ellis dos Estados Unidos e a sueca Phil Sundhage, ficando com o prêmio.


Fair Play

De forma merecida, o prêmio Fair Play entregue por Carlos Puyol foi para o Atlético Nacional da Colômbia pela homenagem prestada às vítimas da tragédia sofrida pela delegação da Chapecoense.  Já FIFA Fan Award foi dado às torcidas do Liverpool e Borussia Dortmund, pela homenagem às vítimas da tragédia de Hillsborough de 1989 ao som de You'll Never Walk Alone nas quartas de finais da Europa League. As outras torcidas que disputavam o prêmio eram da Islândia pela atuação na Eurocopa e as do Feynoord e ADO Den Haag, numa campanha para ajudar crianças que estão doentes fazendo tratamento em um hospital local, inclusive levando-as para a partida.



Prêmio Puskas

Dessa vez não deu Brasil. Se na edição passada, o prêmio ficou com Wendell Lira, neste ano, o autor do gol mais bonito foi o malaio Mohd Faiz Subri com 59,46% dos votos. O golaço de falta ocorreu no dia 16 de Fevereiro, numa vitória de 4x1 contra o Pahang, no campeonato local. Além de vencer o brasileiro Marlone (22,86%), Subri desbancou também a venezuelana Daniuska Rodríguez (10,01%). Os demais competidores ficaram com 7,68%. Um fato que marcou a entrega do prêmio foi a pequena enrolação com o celular na hora de fazer o discurso (confira no vídeo no início do post).


Também tivemos homenagens individuais a brasileiros. A lenda Falcão levou o Outstanding Career Award, em virtude de sua carreira espetacular no futsal, tendo se aposentado neste ano após a Copa do Mundo. Assim enceramos nosso primeiro post falando sobre a festa de gala da FIFA este ano. Daqui a pouco teremos o segundo artigo.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário