Água mole, pedra dura, tanto bate até que... tritura

17:00 0 Comments A+ a-


Dois confrontos em mata-mata de Liga dos Campeões, 2013 e 2015. Mesma fase, quartas de finais, mesmas equipes em campo, mesma ordem de jogos. Assim podemos marcar o confronto entre catalães x parisiense, um jogo onde a tradição enfrenta o investimento financeiro. Também tivemos o mesmo duelo em 1995, mas com realidades muito diferentes. Agora em 2017, Paris Saint-Germain x Barcelona novamente se enfrentam em um mata-mata da Liga dos Campeões, desta vez nas oitavas de finais, e não foi só a fase que mudou, mas o resultado, pelo menos parcial, sofreu grande alteração.

Apesar do peso da camisa e com um elenco mais forte o Barcelona ruiu perante a um adversário numa noite inspirada. Com anos caindo prematuramente na fase de mata-mata, o PSG esperava que seu investimento tivesse um bom rendimento também fora da França, e após tentativas frustradas, duas delas em virtude do Barça, parece que o time da capital francesa finalmente não só furou como triturou a pedra no seu sapato. Um jogo que nem o mais otimista torcedor do PSG poderia esperar, um sonoro placar de 4x0.


O jogo foi uma verdadeira aula de futebol, e dessa vez o aluno era o Barcelona.O trio sul-americano do time francês (Lucas que entrou no segundo tempo, Dí Maria e Cavani, estes dois aniversariantes do dia) superou e muito o trio catalão. Principalmente no duelo entre "hermanos". Enquanto Dí Maria, foi a grande estrela do jogo, marcando duas vezes, Lionel Messi foi apagado pela defesa adversária, assim como seus companheiros de ataque. Cavani e Draxler completaram a goleada que deixa o Barcelona em péssimos lençóis, que poderiam ser piores se Ter Stegen não tivesse salvado a equipe em alguns lances.


Agora, o Barcelona necessita de um milagre, o mesmo que necessitava em 2013 após perder a primeira partida também 4x0, dessa vez para o Bayern de Munique, campeão da edição. Há três anos atrás, no duelo de volta tivemos outro passeio, vitória bávara por 3x0. Três anos se passaram e o Barça novamente se encontra preste a uma eliminação precoce. Para evitar tal desastre, é necessário um milagre histórico: até hoje das 185 eliminatórias europeias que começaram com 4x0 no jogo de ida, em nenhuma houve virada. Já sabemos que o trio MSN faz maravilhas, mas serão capazes de realizar milagres? Ou finalmente o PSG terminará o trabalho furando esta pedra em seu caminho?