New England Patriots consegue virada "impossível" contra Atlanta Falcons e conquista o Super Bowl LI


O grande jogo começou diferente do que a maioria esperava. As defesas estavam fazendo boa partida, até o momento em que o ataque de Atlanta surpreendeu conseguindo pontuar enquanto sua defesa não permitia o mesmo para New England. A partida chegou a estar 28x3 para os Falcons, contudo a surpresa agora foi do lado dos Patriots. Comandados por Brady, a experiência pesou e o time de Boston conseguiu empatar a partida levando a decisão para prorrogação, onde novamente a tradição falou mais alto e New England venceu a partida, conquistando seu quinto Super Bowl.

No primeiro período, os dois times defensivos estavam fazendo um excelente trabalho, tanto que o quarto terminou zerado. Mas na volta para a segunda parte do primeiro tempo, Matt Ryan e seus companheiros conseguiram superar a defesa dos Patriots, assinalando o primeiro touchdown da partida. Já Brady não teve o mesmo sucesso, não conseguindo nenhum TD, apenas um Field Goal no finzinho do período, enquanto o Atlanta ainda chegou à endzone adversária mais duas vezes ainda no segundo quarto, uma delas com Robert Alford após interceptar Tom Brady correndo 82 jardas. Pausa para o intervalo com 21-3 Falcons.


Depois do HalfTime Show comandando por Lady Gaga, o que era ruim ficou pior para New England. Com a posse de bola, no início do segundo tempo, os Falcons anotaram mais um TD aumentando a vantagem para 25 pontos, vantagem esta que nunca tinha sido revertida em Super Bowl antes. Contudo, os Patriots finalmente conseguiram avançar até a endzone adversária marcando mais seis pontos, todavia as coisas pareciam estar todas contra New England, e no chute do extra-point Gostkowski mandou a bola na trave.


Mesmo com este erro incomum no extra-point e o off-side kick ter dado errado, New England não desistiu. Após uma campanha sem pontos de Atlanta, Gostkowski conseguiu marca mais um Field Goal. O ataque dos Falcons por sua vez não estava conseguindo pontuar, enquanto a defesa adotou a tática perigosa de "facilitar" passes curtos para gastar o tempo e manter a vantagem (talvez esse seja o motivo da derrota), todavia eles que o camisa 12 do outro lado gosta de jogar assim, e viram o abismo entre as equipes no placar se encurtar.

Os Patriots precisavam de dois touchdowns com duas conversões de mini-touchdowns (o que parecia impossível, principalmente com o erro no extra-point). Mas o impossível aconteceu. Com o fumble sofrido por Ryan, recuperado pela defesa de New England na linha de 25 jardas, Brady despertou o monstro que havia dentro dele e conseguiu mais um touchdown com conversão do mini-td. Ainda restavam seis minutos, o suficiente para os Patriots recuperarem a bola, com ajuda da torcida atrapalhando o ataque dos Falcons e numa campanha absurda de 91 jardas conseguir o touchdown acompanhando da conversão de dois pontos levando o jogo até então resolvido para o Overtime.


E dessa vez, o time não nadou e morreu na praia. Com a primeira posse de bola na prorrogação, os Patriots precisavam apenas de um touchdown para completar a reação heroica. Numa campanha irretocável, Brady não tomou conhecimento da defesa adversária (o oposto do início do jogo) e marcou o TD após corrida de James White, encerrando a partida e conquistando o quinto título de New England Patriots. Uma noite para entrar na história, não só do Futebol Americano, como também de todo o esporte.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário