Retrospectiva 2017: Como foi o ano antes da Copa do Mundo na Rússia


Na sua reta final a Retrospectiva 2017 do FC Gols encerra falando de Copa do Mundo. Daqui a menos de 200 dias a bola vai rolar na Rússia para a disputa da XXIª Copa do Mundo da FIFA e por isso vamos apresentar um resumo de como foi o ano pré Copa.

A longa guerra das Eliminatórias

Depois de três anos as Eliminatórias por todo o mundo chegaram ao fim em novembro quando o Peru foi o último país a carimbar seu passaporte, mas em março já tinha seleção com vaga garantida e antecipada. Na noite de 28 de março o Brasil se tornava o primeiro país a garantir em campo sua vaga para a Copa e com quatro rodadas de antecedência ao vencer de forma categórica o Paraguai por 3 x 0. Naquele momento a seleção de Tite chegava à impressionante marca de 8 vitórias consecutivas em jogos oficiais. Era a arrancada fulminante de um time que um ano antes com Dunga no comando amargava o sexto lugar na tabela e fora da zona de classificação. Um ano depois com Tite o Brasil se tornava o primeiro país do mundo a se garantir na Copa do Mundo. O Brasil terminou a eliminatória sul americana com uma impressionante campanha de 12 vitórias, 5 empates e apenas uma derrota, só com Tite foram 9 vitórias seguidas e 3 empates. O Brasil ainda realizou quatro amistosos: em junho venceu a Austrália e perdeu pra Argentina, em novembro venceu o Japão e empatou sem gols com a Inglaterra.


Com o Brasil classificado com quatro rodadas de antecipação a briga pelas outras três vagas foi até a última rodada. O Uruguai conseguiu sua classificação sem sustos, a Colômbia e a Argentina fecharam o grupo das vagas diretas. Falando nisso como sofreram os Hermanos. Como num tango desafinado a Argentina trocou de técnico saindo Edgardo Bauza e entrando Jorge Sampaoli que não quis dar uma de salvador da pátria mesmo com o time jogando mal e na sexta colocação praticamente fora. Na última rodada a equipe precisava vencer o Equador e chegou a ficar atrás, mas o craque resolveu jogar e com um hat trick Lionel Messi classificou a Argentina pra Copa. A seleção peruana ficou com a vaga da repescagem, já o Chile que havia ganhado as duas últimas edições da Copa América ficou de fora.


Na Ásia se classificaram as seleções do Irã, Japão, Coreia do Sul e Arábia Saudita. A Austrália precisou jogar uma repescagem contra a Síria que viu o sonho de jogar uma Copa do Mundo morrer no jogo da volta perdendo por 2 x 1. Na África se classificaram as seleções do Senegal, da Tunísia, do Marrocos, da Nigéria e do Egito. Seleções tarimbadas como Camarões e África do Suil ficaram pelo caminho. Na Concacaf se classificaram o México, a Costa Rica e o Panamá, país estreante em Copas que eliminou os Estados Unidos que não ficavam de fora desde 1986. Honduras foi pra repescagem.


Já nas eliminatórias europeias a surpresa foi a eliminação da Holanda, terceira colocada em 2014. Os holandeses ficaram de fora num grupo que tinha a França e a Suécia. A Alemanha passou invicta vencendo todos os seus jogos. Portugal precisou vencer no último jogo pra se garantir direto e jogar a Suíça pra repescagem, a Espanha despachou a Itália e nos demais grupos classificações tranquilas para a Bélgica, Sérvia, Polônia, Inglaterra e para a surpresa da última Euro, a Islândia. O menor país do mundo vai levar pra Rússia a alegria de uma torcida empolgante e contagiante.

Itália fica de fora e não vai à Copa 60 anos depois


Em novembro ocorreram as repescagens mundiais que apontaram os últimos integrantes da Copa. Austrália e Peru precisaram vencer no jogo de volta jogando em casa e não decepcionaram. Os Socceroos eliminaram Honduras enquanto os peruanos despacharam a Nova Zelândia. Na Europa oito equipes que ficaram em segundo lugar fizeram confrontos de ida e volta onde os vencedores iriam pra Rússia. Suíça e Croácia garantiram sua classificação no jogo de ida sendo que os croatas golearam a Grécia e os helvéticos passaram pela Irlanda do Norte, na volta o empate garantiu as duas equipes. A Dinamarca precisou de uma goleada sobre a Irlanda na volta para garantir o passaporte. E a Itália? A Squadra Azzurra pagou mico e foi eliminada pela seleção da Suécia e ficou de fora. os italianos perderam o jogo de ida na Suécia e precisariam da vitória na volta, mas esbarraram no ferrolho sueco diante de tantas oportunidades de gol criadas. Resultado: o 0 x 0 não foi suficiente e os italianos vão ver a Copa pela TV depois de 60 anos. O goleiro Gianluigi Buffon anunciou sua aposentadoria da seleção e não disputará sua sexta Copa do Mundo.

Copa das Confederações é alemã


A Copa das Confederações disputada em junho na Rússia não teve a mesma repercussão que teve quatro anos atrás no Brasil. O evento teste da FIFA pode ter sido o último. A edição deste ano foi conquistada pela Alemanha que levou um time de jovens, o time B e não fez feio. Com média de quase 24 anos a seleção alemã apresentou novos talentos que já vinham jogando juntos há muito tempo nas categorias de base e que poderão brilhar num futuro próximo como Kimmich, Werner, Stindl e Goretska que foram os artilheiros com três gols cada e apenas um remanescente do título de 2014, o atacante Draxler que foi escolhido o melhor jogador do torneio. A final foi contra o Chile e os alemães venceram o jogo aproveitando uma falha mortal de Diaz que perdeu a bola pra Werner que rolou para Stindl marcar. A competição foi disputada em quatro cidades: Kazan, São Petersburgo, Sóchi e Moscou no estádio do Spartak. O Luzhniki, palco da abertura e da final foi reinaugurado em novembro em amistoso.

Brasil pega chave considerada fácil no rumo do hexa


Em 1º de dezembro foram sorteadas as bolinhas e o mundo ficou sabendo a composição da fase de grupos do mundial. No sorteio realizado em Moscou foram definidos os grupos e o Brasil acabou parando no Grupo E e seus adversários na fase de grupos serão Suíça, Costa Rica e Sérvia.

Composição dos grupos da Copa do Mundo de 2018


No dia 17 de junho (15:00) em Rostov a seleção de Tite estreia na Copa contra o time helvético. Famosa por adotar um irritante ferrolho defensivo a Suíça gosta de jogar fechado quando encara grandes seleções, que o digam os argentinos que sofreram nas oitavas da última Copa. O segundo jogo será no dia 22 (09:00) contra a Costa Rica em São Petersburgo. A equipe que chegou às quartas de final na última Copa é uma velha conhecida dos brasileiros e em Copas foram dois jogos e duas vitórias brasileiras. No dia 27 em Moscou (15:00) o Brasil encerra sua participação na primeira fase encarando a Sérvia, herdeira da antiga Iugoslávia. A seleção terá dois amistosos antes da convocação prevista para o começo de maio contra os anfitriões e contra os alemães numa prévia de um possível confronto na Copa.

No fim de maio os convocados fazem o trabalho de preparação inicial em Teresópolis, viajam para Londres e só chegarão à Rússia faltando uma semana pra começar. A base da seleção ficará concentrada em Sóchi e o time viajará por quase 7 mil quilômetros durante a primeira fase. Se passar em primeiro do grupo poderá pegar logo de cara a Alemanha nas oitavas, só que para isso acontecer os alemães teriam de ficar em segundo. Se as duas seleções forem primeiras colocadas de seus grupos e avançarem só poderão se encontrar na final. A Copa do Mundo será aberta no dia 14 de junho com o duelo entre Rússia e Arábia Saudita em Moscou. É o duelo entre duas seleções de pior ranking da história.

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Ceyron Louis

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

0 comentários:

Postar um comentário