Retrospectiva 2015: Pan mostra a força do Brasil e Rio apronta tudo para a Olimpíada


O assunto de hoje da retrospectiva FC Gols é Olimpíadas. À 218 dias do começo dos Jogos Olímpicos o Rio corre contra o tempo para entregar no prazo as obras. O ano teve também os Jogos Pan Americanos onde o Brasil consolidou a condição de terceira força das Américas.

A edição de 2015 dos Jogos Pan Americanos realizada na cidade canadense de Toronto entre os dias 10 e 26 de julho foi a avant premiére dos próximos Jogos Olímpicos que serão no Brasil. E o país se consolidou como terceira força dentro das Américas, estando atrás do Canadá, país anfitrião e dos Estados Unidos. Foram 42 medalhas de ouro, 39 de prata e 60 de bronze totalizando 141 medalhas.

O novo Mr. Pan:


Thiago Pereira chegou à Toronto com o objetivo de superar o cubano Eric Lopez como o maior atleta medalhado em todos os tempos e ele cumpriu. Thiago conquistou cinco medalhas, sendo 3 de ouro e com isso ele superou Lopez passando a somar 23 medalhas na história do Pan.

As novas promessas brilham no Pan:



Uma promessa da canoagem também brilhou e muito em Toronto. O baiano Isaquias Queiroz conquistou três medalhas em seu Pan de estreia. Isaquias levou ouro no C1 200 e 1000 m e foi prata no C2 de 1000 m. Isaquias é apontado como uma das esperanças de medalha nas próximas Olimpíadas. Outro nome que brilhou foi a pequena ginasta Flávia Saraiva, de apenas 16 anos. Flávia encheu de graça o público canadense e ajudou o país a ganhar duas medalhas de bronze, no individual geral e por equipes. Hugo Calderano do tênis de mesa também brilhou com dois ouros (individual e por equipes). Na natação a nadadora Etiene Medeiros conquistou quatro medalhas, ouro nos 100 m costas, prata nos 50 m livre e dois bronzes.

Mais um ouro na conta do patinador tetracampeão:


O patinador Marcel Stürmer fez história e ganhou em Toronto seu quarto ouro pan americano na patinação artística coroando uma brilhante carreira, já que o esporte não faz parte dos Jogos Olímpicos.


Entre as decepções no Pan tivemos o atletismo que trouxe dois ouros e o futebol masculino que ficou com o bronze, aumentando o jejum de medalha de ouro que vem desde o Pan de Indianápolis em 1987. O basquete masculino trouxe ouro assim como o futebol feminino. O vôlei tanto no masculino como no feminino trouxeram medalha de prata. O judô não cumpriu a promessa de ganhar todas as medalhas, mas conquistou 13 das 14 possíveis, sendo cinco ouros com Érika Miranda, Charles Chibana, Luciano Corrêa, David Moura e Tiago Camilo.

O Rio se apronta a um ano das Olimpíadas:


Faltando menos de um ano para os Jogos Olímpicos as obras andam dentro do cronograma estabelecido pela Prefeitura do Rio, mas as más notícias vieram da Baía de Guanabara que segue poluída, uma das metas que não será cumprida até o começo dos Jogos Olímpicos. Apesar dos esforços a meta de despoluir em 80% não será cumprida à tempo. Em agosto o evento teste para testar o local das competições de vela gerou reclamações por parte de alguns atletas. Outros eventos teste foram realizados durante o segundo semestre do ano. No Parque Olímpico o Centro de Tênis foi inaugurado ainda faltando alguns ajustes e o Velódromo segue sendo a obra mais atrasada com quase 88% da obra concluída.


O FC Gols, o Blog de Knunes e o Blog Olímpico Rio 2016 trouxeram a cobertura diária do Pan em mais uma cobertura integrada. Ano que vem tem mais durante os Jogos Olímpicos com a cobertura diária do evento.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário