Esportes da Olimpíada - Vela


A série sobre os esportes olímpicos está chegando ao fim e hoje o destaque é para a vela.

A vela ou iatismo é um esporte onde os barcos se movem inpulsionadas pelo vento e o objetivo é completar o percurso num número de voltas específico em um tempo menor que os adversários. Estreou em Olimpíadas nos jogos de Paris 1900 e as competições são divididas em regatas em série onde os atletas acumulam pontos de acordo com sua colocação. Exemplo: o vencedor da regata soma um ponto, o segundo dois e assim por diante. A regata da medalha ou medal race reúne os dez melhores e a pontuação é duplicada e vence aquele que somar menos pontos.

O percurso de cada regata é montado quando dois barcos da organização ficam posicionados em posições paralelas formando uma linha imaginária onde a largada de cada regata é dada. Os trajetos são definidos em boias posicionadas na área de regata.

A previsão do tempo é um importante fator para definir um vencedor. As condições climáticas e de vento são determinantes na adaptação à navegação e aquele que se adaptar melhor vence a prova.

Classes:

Na Olimpíada são usadas as seguintes classes:
  • Classes masculinas: Laser, 470, 49er, RS:X e Finn
Os barcos da classe Laser são cascos simples e embarcação de um tripulante. Tem comprimento de 4,23 m e peso de 59 kg, já os barcos da Finn possuem uma vela e tem comprimento de 4,5 m e 130 kg de peso. A prancha da RS:X tem 2,88 m de comprimento e peso de 30 kg. Nas embarcações com dois tripulantes o casco é simples e as velas são três com uma diferença: na classe 49er existem duas asas laterais. Os comprimentos dessas classes são: 470: 4,70 e peso de 120 kg e 49er com comprimento de 4,99 m e peso de 94 kg.
  • Classes femininas: Laser Radial, 470, 49er FX e RS:X.
  • Classe mista: Nacra 17. Classe que fará estreia nos jogos do Rio substituindo a classe Star. O seu catamarã tem casco duplo e três velas para uma embarcação de dois tripulantes. O seu comprimento é de 5,25 m e o peso é de 135 g.
O local de competições:


A Baía de Guanabara foi alvo de muitas críticas pois tanto o governo estadual quanto a prefeitura prometeram despoluir 80% do local, mas essa é uma promessa não cumprida que ficará pra depois dos Jogos Olímpicos. As reclamações dos atletas vão por conta do alto volume de lixo flutuante e esgoto despejado clandestinamente e o risco de atletas contraírem doenças devido à péssima qualidade da água, por isso há o temor por parte de todos sobre a condição do local. A Marina da Glória será a base das competições e passou por reformas estruturais.

O Brasil nos jogos:




O Brasil tem enorme tradição na vela olímpica e está no Top 10 do esporte com seis medalhas de ouro e 17 no total ficando atrás apenas do judô e do vôlei. Grande parte dessas conquistas é dividida entre dois grandes nomes do esporte: Torben Grael e Robert Scheidt que juntos somam dez medalhas além de serem bicampeões olímpicos. Torben não veleja mais, mas estará presente como coordenador técnico da equipe e sua filha Martine Grael fará a estreia da classe 49erFX ao lado de Kahena Kunze, pois a dupla é campeã mundial da classe e lidera o ranking. Scheidt que disputou as duas últimas Olimpíadas pela classe Star volta pra Laser onde foi rei e quer se despedir com mais uma medalha na conta. A equipe ainda tem Ricardo Winicki, o Bimba e Patrícia Freitas na RS:X, Jorge Zarif na Finn, Gabriel Borges e Marco Grael na 49er, Bruno Bethlem e Henrique Haddad na 470 e Samuel Albrecht na Nacra 17 ao lado de Isabel Swan, medalhista de bronze em Pequim. Outra medalhista de Pequim, Fernanda Oliveira estará competindo na 470 com Ana Barbachan e Fernanda Decnop representa o país na Laser Radial.

O astro:


Os brasileiros lembram muito bem dos duelos que teve na classe Laser com Robert Scheidt nas Olimpíadas de Atlanta e Sydney quando o brasileiro venceu o inglês na primeira com o inglês dando o troco numa regata disputada e polêmica quatro anos depois. Após Sydney Ben Aisnlie mudou de classe passando para a Finn onde é tricampeão olímpico da modalidade e tetracampeão olímpico seguidamente.

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Ceyron Louis

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário