Liga dos Campeões volta com dois empates nos dois primeiros jogos das Oitavas de Final


Nessa terça-feira, dia 17 de Fevereiro, tivemos a volta da Liga dos Campeões. E os jogos que abriram a fase de Oitavas de Finais foram Paris Saint-Germain x Chelsea e Shakhtar Donetsk, e decidi fazer esse post analisando ambas partidas. Lembrando que os dois jogos terminaram empatados.

O jogo entre Paris Saint-Germain e Chelsea é a repetição do duelo na temporada passada, na qual o Chelsea passou graças ao gol fora, critério que pode ser decisivo novamente. No primeiro tempo, a partida foi equilibrada, o PSG respeitou até demais o Chelsea. O clube londrino teve até maior posse de bola e abriu o placar após cruzamento de Terry, desvio de Cahill e cabeceio de Ivanovic, que sempre aparece em partidas decisivas (esse gol foi trabalhado por três defensores). Apesar da vantagem do Chelsea, devemos lembrar a brilhante atuação do goleiro belga Courtois até aqui.


No segundo tempo as coisas, mudaram. O Paris Saint-Germain começou a tomar iniciativa e dominou o jogo completamente, parecendo outro time que estava em campo, quando comparado ao primeiro tempo, e como prêmio veio o empate com cabeçada de Cavani após cruzamento de Matuidi. Dali em diante só deu PSG, tanto em jogadas pelo alto, quanto em jogadas individuais, porém todas parando em Courtois ou indo para fora.

O melhor jogador da partida foi Courtois, tanto que David Luiz disse "Se não fosse por Courtois, o PSG teria vencido facilmente". Enquanto o resultado da partida foi justo, já que mesmo com um grande segundo tempo time francês, o primeiro tempo foi fraco demais para que a equipe francesa merecesse vencer. Na partida de volta, o PSG precisa marcar para levar o jogo pelo menos para prorrogação (no caso de 1x1). Empates com mais gols dá Paris enquanto o 0x0 garante o Chelsea; quem vencer passa. Por essas circunstâncias, provavelmente veremos o ônibus do Mourinho em Stamford Bridge.


Shakhtar Donetsk 1x1 Bayern de Munique:

Na outra partida, Shakhtar e Bayern ficaram no empate em 0x0. Num jogo com amplo domínio do Bayern, vimos um Shakhtar retrancado; forte defensivamente e nulo ofensivamente. Além disso, tivemos um jogo pegado, que mais parecia Libertadores, com faltas duras, e 7 cartões amarelos, sendo dois deles para Xabi Alonso que foi expulso. No jogo de volta, o Bayern é amplamente favorito, porém não pode menosprezar o Shakhtar, que precisa estacionar um trem na frente de seu gol e apostar em um contra-ataque, usando seu principal atributo que é a velocidade. As partidas de volta ocorrem dia 11/03 numa quarta-feira.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário