Campeã do mundo mantém invencibilidade em jogo com "perigos"


No principal jogo deste Domingo (sem desmerecer os demais) a Alemanha enfrentou a Ucrânia em partida válida pelo Grupo D. Os alemães nunca perderam para os ucranianos, e a vantagem se manteve. Com gols de Mustafi e Schweinsteiger, este no último lance da partida, a atual campeã venceu com alguns perigos que devem ser repensados, contudo mais para frente visto que a equipe é a única grande potência do grupo.

Mesmo com o gol no início a Alemanha manteve a posse de bola, contudo em alguns lances vimos falhas que se fossem melhor aproveitadas poderiam alterar o placar. Nessas jogadas apareceu Neuer que vez brilhantes defesas mantendo sua rede intacta; Pyatov também foi importante em alguns lances impedindo até mesmo uma goleada. Outro fator que deve ser citado foi a utilização da tecnologia como aliada: num lance duvidoso Boateng salvou a bola em cima da linha, com marcação correta da arbitragem.

Dois jogadores que merecem destaque: Mustafi, substituto de Hummels, que além do gol foi seguro na defesa e o outro é Mesut Özil, que teve aproveitamento absurdo de passes certos além de dar assistência para o segundo gol.  Encerrando esta breve análise, o gol de Bastian Schweinsteiger, que entrou no segundo tempo, foi importante para o jogador, visto que o meia do Manchester United era dúvida, já que ele ficou fora por boa parte da temporada passada, mas parece estar apto a ajudar a Alemanha nesta Euro.

Polônia vence a estreante Irlanda do Norte:


Se a base da Seleção Alemã é o Bayern de Munique, o camisa 9 da equipe bávara é da Polônia. Robert Lewandowski era a grande estrela neste jogo de um time que nunca tinha vencido, contra outro que nunca tinha jogada uma Eurocopa. E mesmo com a liderança de sua chave nas eliminatórias, a Irlanda do Norte jogando na defensiva e sem nenhuma força no ataque (não teve nenhum escanteio nem finalização) perdeu por 1x0, gol de Milik.

O outro jogo do dia foi entre Croácia 1x0 Turquia. Na partida teve explosão de uma bomba atrás do gol croata, porém sem nenhum ferido.

Related Articles

1 comentários:

  1. Há bastante qualidade na seleção alemã e talvez a principal delas venha do banco: a filosofia de jogo proposta por Joachim Löw. Ótima estréia, diante de um adversário organizado.

    Abraços.

    ResponderExcluir