Esportes da Olimpíada - Luta Olímpica

19:41 0 Comments A+ a-


A série sobre os esportes do programa olímpico fala da luta olímpica.

A luta olímpica é uma modalidade presente desde os primeiros jogos da Era Moderna e é disputada em duas categorias: livre e greco - romana. O esporte vai se despedir do programa nesta Olimpíada e ficará de fora a partir da Olimpíada de Tóquio em 2020.

A luta livre ou wrestling é uma das modalidades da luta em que os lutadores podem usar qualquer parte do corpo para realizar os golpes e derrubar o adversário. A vitória pode ocorrer ou por toque quando os ombros do adversário tocarem o tapete ou por superioridade numérica quando um lutador conquista uma vantagem de dez pontos sobre o adversário. Caso não aconteça vence a luta quem somar mais pontos. Na luta greco - romana braços e tronco são usados para ataque e a vitória é alcançada quando o oponente toca as costas no chão e na superioridade técnica atingir oito pontos de vantagem. Se nenhuma das alternativas forem alcançadas vence a luta aquele que tiver a maior pontuação.

Proibições:

Nas lutas é proibido dar cotovelada, golpe com o joelho, estrangulamento e puxão de cabelos. Caso isso ocorra o infrator é desclassificado automaticamente.

O tapete:


A ação se desenvolve na área de combate circular azul escura. Caso os atletas ultrapassem a área de passividade, marcada na cor laranja o árbitro interrompe a luta e reinicia o combate no centro do tapete. A área azul é considerada fora do limite.

As lutas tem duração de três minutos e são disputadas em dois rounds com intervalo de 30 segundos entre um e outro período.

Categorias:
  • São 14 no masculino e 4 no feminino:
  • Categorias femininas: 48, 55, 63 e 72 kg
  • Categorias masculinas: Luta livre: 55, 60, 66, 74, 84, 96 e até 120 kg
  • Luta Greco - Romana: 55, 60, 66, 74, 84, 96 e até 120 kg
O local de competições:

A Arena Carioca 2 será sede também das lutas e depois da Olimpíada virará Centro de Treinamento permanente.

O Brasil nos jogos:


O país mandará cinco representantes. O armênio naturalizado brasileiro Eduard Soghomonyan venceu na seletiva Antoine Jaoude e será o representante masculino na categoria até 130 kg. Quatro mulheres estarão representando o país: Joice Silva, campeã no Pan de Toronto compete na categoria até 58 kg, Aline Silva, vice campeã mundial em 2014 compete na categoria até 75 kg e teremos ainda Laís Nunes na categoria até 63 kg e Gilda de Oliveira na categoria até 69 kg.

A potência:


O russo Alexander Karelin foi um grande nome da luta greco romana e esteve invicto durante 13 anos ganhando três medalhas de ouro nos jogos de Seul, Barcelona e Atlanta, mas em Sydney perdeu a invencibilidade e o ouro para o americano Gardner. A extinta União Soviética foi uma das potências da luta ganhando 24 medalhas de ouro nos jogos de Montreal e Moscou.